Portugal está pela primeira vez no Europeu de disc golf!

39042050 714444442231879 1034325792433111040 n

Bruno Gravato e Rui Pires vão representar Portugal no Campeonato Europeu de Disc Golf, que se disputa em Sveti Martin, na Croácia, entre 15 e 19 de agosto.

Portugal estreia-se na competição, que em 2018 envolve cerca de duas centenas de jogadores, amadores e profissionais, de 27 países, divididos em oito divisões.

Os representantes portugueses vão disputar a divisão open, a mais competitiva, onde estão inscritos 83 jogadores.

Rui Pires, de Lisboa, é campeão nacional de disc golf enquanto Bruno Gravato, de Aveiro, é o atual vice-campeão nacional. Ambos partem para o Europeu no fundo do ranking estabelecido pela Professional Disc Golf Association. Mas estão confiantes para esta estreia na competição europeia, que se disputa desde 1997, de dois em dois anos.

O Europeu disputa-se no The Spa Hills Disc Golf Course de Sveti Martin, onde estão instalados 18 buracos, sendo que o mais curto dista 68 metros e o mais longo 300 metros.

Para Bruno Gravato participar é "uma oportunidade única para poder conhecer, conversar e jogar com os melhores jogadores da Europa e partilhar ideias e experiências. Espero aprender muito, melhorar o meu nível de jogo e trazer essa experiência e ideias novas para ajudar o disc golf a crescer em Portugal. Na competição somos claramente os ‘underdogs’, por isso vamos sem pressão, só podemos melhorar!”.

Rui Pires assume que, "individualmente, as expectativas de um resultado de destaque na classificação geral são baixas, devido ao nível de jogo profissional e semi-profissional que a maioria dos jogadores presentes tem".

Contudo esta é "uma oportunidade única de colocar Portugal no mapa europeu de disc golf sendo, portanto, mais um objetivo coletivo. Queremos somar pontuação suficiente, para fazer Portugal subir uns degraus no ranking e, dessa forma, garantir vagas para o país, em próximas competições". 

Individualmente, o atual campeão nacional tem como objetivo "melhorar a pontuação a cada ronda. Sinto-me muito feliz por fazer parte deste primeiro campeonato da Europa em que Portugal participa. É um momento histórico, espero que seja o primeiro de muitos!”.