Ultimate nas escolas em destaque na revista da Sociedade Científica da Pedagogia do Desporto

ghhgf

"Ultimate Frisbee – Um Desporto Para as Escolas" é o título do artigo que o mais recente número da revista da Sociedade Científica da Pedagogia do Desporto destaca.

O trabalho, assinado pelos professores José Amoroso e Isabel Varregoso, da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, aborda o ultimate enquanto prática de natureza lúdica e cológica, onde impera o fair play.

No artigo, os professores defendem que o ultimate é um "ótimo meio para o desporto saudável e desenvolvimento individual, podendo interferir positivamente no gosto pela disciplina de Educação Física e pela prática de atividade física em termos gerais".

O artigo pode ser consultado na íntegra neste link, estando publicado nas páginas 40 a 54.

 

Posted in Formação, Ultimate Frisbee | Leave a comment

Joga um ECP e conhece os planos da APUDD para 2015

apuddlogo

Os sócios da Associação Portuguesa de Ultimate e Desportos de Disco (APUDD) reúnem dia 21 de dezembro, às 15h30, no bar Grande Onda, em Carcavelos, concelho de Cascais, distrito de Lisboa.

A ordem de trabalhos inclui o balanço das atividades de 2014 e a apresentação, discussão e votação do plano de atividades e orçamento para 2015.

Como aliciante, está prevista a realização de um Everyone Can Play antes da assembleia geral, para todos que queiram jogar ultimate.

Precisamente em Carcavelos, neste fim de semana de 20 e 21 de dezembro, a seleção nacional mista volta a concentrar-se para mais um estágio, tendo em vista a participação no Mundial do Dubai, em março de 2015. As sessões de preparação da seleção começam sábado e terminam às 15 horas de domingo.

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Ultimate e desportos de disco conquistam centenas de alunos e professores na Madeira

Os desportos de disco estão a ter um crescimento impressionante na Região Autónoma da Madeira. Centenas de alunos do 1.º Ciclo aprendem a lançar discos, num projeto do professor Nuno Caçador, que conta com o apoio da Direção de Serviços do Desporto Escolar da Madeira, dos LFO e da APUDD.
Falámos com Nuno Caçador sobre o projeto que está a levar os desportos de disco até à Madeira.

 

Em que consiste este projeto de ultimate na Madeira?
Este projeto pretende divulgar o frisbee e as modalidades de ultimate e frisbee golf nas escolas de 1.º Ciclo da Região Autónoma da Madeira (RAM).

Quantas escolas estão envolvidas? E mais ou menos quantos alunos?
Por questões de logística, disponibilidade de horário, neste momento este projeto direciona-se essencialmente para as escolas de 1.º Ciclo da Madeira e em especial do Funchal, nas quais incluímos escolas públicas e privadas. Até ao final deste 1.º período terão sido abrangidas diretamente cerca de seis escolas de 1.º Ciclo, o que significa entre 500 a 600 alunos.

E que outras atividades têm tido lugar?
Houve ainda uma atividade regional no âmbito da Direção de Serviços do Desporto Escolar da RAM (sob a alçada da Direção Regional de Educação), direcionada para alunos do 1.º Ciclo, mais especificamente alunos do 1.º e 2.º anos, na qual foi incluída uma estação de frisbee e que abrangeu cerca 1000 alunos de toda a região. Ainda no âmbito deste projeto, houve já uma solicitação para ações de sensibilização também no contexto do 2.º Ciclo, tendo uma já sido dinamizada com alunos de 5.º e 6.º anos, cerca 30 alunos. Com a recetividade que tenho tido, julgo que o número de escolas diretamente abrangidas pelo projeto aumentará significativamente, mas só no final é que terei dados mais concretos.

Quais são os principais objetivos deste trabalho?
Divulgar a modalidade, quer aos alunos, quer aos próprios docentes. Se por um lado se pretende introduzir uma nova modalidade que traga outra energia às aulas de Educação Física, por outro lado, associado às mais-valias que se pode retirar da prática de frisbee, pretende-se também desmitificar a ideia que o frisbee é apenas para os nossos amigos caninos e só serve para brincar.

Como tem sido a recetividade dos alunos?
Espetacular! O que mais me tem surpreendido, em primeiro lugar, tem sido a recetividade junto dos próprios professores de Educação Física… Os pedidos para ir às suas escolas são mais que muitos e não tem sido fácil de gerir. É muito bom quando colegas nos dizem algo como "Que interessante! É diferente!", "Quando voltas?", "Já podemos marcar para o próximo ano?", "Podes emprestar-me os frisbees para eu trabalhar com os meus alunos?", "Onde é que se compram os melhores frisbees?", "Quais são os melhores frisbees para estas idades?". Quanto aos alunos, essa recetividade também tem sido fantástica… Julgo que isso se verifica em situações como quando uma atividade termina e os alunos dizem "Já acabou!" ou "Quando é que volta para repetirmos?", ou mesmo quando regresso a uma escola onde estive na semana anterior e temos alunos que foram comprar frisbees para praticar e explicar aos pais e amigos.

Como antecipas o futuro dos desportos de disco na Madeira?
Qualquer modalidade tem o seu futuro assente nas bases e é isso que pretendo e julgo estar a fazer na Madeira. Parece risonho! Mas teremos que deixar crescer mais um pouco para falarmos em algo mais palpável. Contudo, gostaria de futuramente promover um mini encontro entre escolas. Um passo de cada vez… Gostava ainda de sublinhar que este trabalho todo que está a ser desenvolvido não seria possível sem a ajuda e os apoios da Direção de Serviços do Desporto Escolar da Madeira, da Associação Portuguesa de Ultimate e Desportos de Disco e dos Leiria Flying Objects, em particular do José Amoroso, pelo enorme incentivo e apoio dado no início do projeto.

Posted in Formação | Leave a comment

Ilhas Currier procuram jogadoras portuguesas interessadas em ir ao WCBU no Dubai

7bf1062f7b5c298e55fcbd3edf14e57430d6f3f3

As Ilhas Currier estão a convidar todas as jogadoras portuguesas que queiram representar a sua seleção feminina no campeonato do mundo de ultimate de praia no Dubai, agendado para março do próximo ano.

As jogadoras interessadas podem contactar Teena Sebastien ou registarem-se diretamente neste link.

Para quem não sabe onde são as Ilhas Currier, o melhor é esquecer: não vale a pena procurar no mapa.

Trata-se de uma nação fictícia criada, em 2004, para participar no campeonato do mundo que Portugal acolheu na Figueira da Foz

A história é contada aqui, mas resumidamente trata-se de uma seleção que se inscreveu no WCBU, sublinhando que um campeonato do mundo não se podia designar a si próprio "do mundo" sem uma representação da nação currieriana.

Quando a organização tentou localizar as ilhas no mapa, não as encontrou e pediu aos responsáveis que especificassem a localização geográfica. Os mesmos admitiram que era tudo uma ficção, mas a organização decidiu permitir a participação à mesma e ficou estabelecido que, daí em diante, todos os mundiais teriam uma "pick-up team" a representar as Ilhas Currier. Mais uma prova do quão é diferente e especial este desporto!

Sabe mais sobre as Ilhas Currier, auto-denominadas "o paraíso do ultimate", em www.currierisland.com.

Posted in Ultimate Frisbee, WCBU | Leave a comment

Portugal vence Monte Gordo Special Edition

selecaoultimate2014

A seleção mista de Portugal venceu o torneio Monte Gordo Special Edition.

Numa disputadíssima final, Portugal derrotou a seleção mista da Alemanha por 11-10, e conquistou o torneio disputado no Algarve, entre os dias 29 e 30 de novembro.

O torneio integrou o plano de preparação de Portugal para a participação no mundial de ultimate, em março, no Dubai.

O prémio Espírito do Jogo (Spirit Of The Game) foi para a equipa PEP Portuguese Experience Project.

Classificação 
1. Portugal
2.
Alemanha
3. Manada Travejante
4. Last of the Summer Whine
5.
Uncontrollables
6. PEP

Spirit Of The Game: PEP

Os selecionados de Portugal voltam a juntar-se em dezembro, num estágio marcado para os dias 20 e 21.
 

Posted in Ultimate Frisbee | Leave a comment